MORDOMIA: Governo vai melhorar a janta dos presos em Rondônia

quarta-feira, 12/08/2020 às 16h17min
MORDOMIA: Governo vai melhorar a janta dos presos em Rondônia

Rondônia foi o primeiro Estado da Federação a aprovar a Lei de n° 4335/2018, de nossa autoria , que autoriza o Estado obrigar os detentos a custearem sua alimentação enquanto estiver na situação de preso, regime fechado e aberto.

O fato é que ao invés do Governador do Estado de Rondônia, Marcos Rocha, regulamentar a Lei em vigor, fez foi melhorar ainda mais a janta dos coitadinhos dos presos nos presídios.

Consta no Memorando-Circular nº 18/2020/SEJUS-NUALI, os presos não poderão ficar sem frutas na janta. As frutas liberadas no Jantar, devem ser entregues da seguinte forma:

a) Manga: fatiada e s/ casca e s/ caroço
b) Melão e melancia: fatiados e s/ casca
c) Laranja e mexerica: s/ casca
d) Maçã, pera, banana, goiaba: inteiros

Para o Governo de Rondônia, Marcos Rocha é importante o fornecimento de tais alimentos para os pobres coitados. É uma forma de variar o cardápio e melhorar a aceitação dos presidiários.

Lembrando que esses “pobres coitados” considerado pelo governo na sua maioria mataram, roubaram, sequestraram e cometeram crimes para estarem nesse local. Milhares de lares não tem nem janta, imagina acompanhamento de frutas no jantar.

Vale destacar que o Presidente da Republica, Jair Bolsonaro, não aceita de forma alguma esse tipo de regalia ou benefícios para os presos no Brasil, fato que apoio totalmente essa ideia, prova tanto, que fui autor quando deputado estadual dessa lei que já deveria ser implementada em Rondônia.

” Será que o Presidente da Republica irá ficar contente com uma decisão dessa, em garantir mais regalias para os presos, vindo de um governador que se em titula leal ao presidente?”

Jesuino Boabaid- Presidente da ASSFAPOM.

Fonte: asssessoria.