ASSFAPOM se manifesta sobre coletiva do Governador e demais autoridades quanto os assassinatos de militares

domingo, 04/10/2020 às 18h56min
ASSFAPOM se manifesta sobre coletiva do Governador e demais autoridades quanto os assassinatos de militares

Sobre a coletiva do Governador, Secretário de Segurança Pública e o subomandante Geral do da PM, a Associação gostaria de relatar que a Polícia Militar tem o Poder de Polícia para atuar em qualquer espaço territorial de Rondônia que tenha ocorrido um flagrante delito ou até mesmo quando um crime já aconteceu.

O Subcomandante Geral da PM, Plínio afirmou que a Polícia Militar recuou após conseguir resgatar os corpos, viatura e os armamentos do sargento Rodrigues, morto no combate por esses vagabundos guerrilheiros.

Ficou claro na coletiva que a cúpula do governo está com receio de ir até o local e ter um confronto com esses pilantras e haver um derramamento de sangue e o Estado ficar em uma evidência negativa, perante aos órgãos de defesa dos direitos humanos e defensores desses criminosos.

Se serguimos essa posição do subcomandante da PM, a Polícia Militar só poderá atuar somente com uma autorização judicial e ficará totalmente com as mãos atadas para atuar na defesa da ordem pública e a garantia da paz social dos cidadãos Rondonienses.

Ao invés de retirar a tropa do local, deveria ser feito um cerco em todas as vias de entrada e saída desses acampamentos onde estão esses guerrilheiros, para vedar a entrada de alimentos, bem como, restringir o acesso ao local de mais pessoas.

Podem ter a certeza, que não iremos ficar calados e sossegados, enquanto não for feito uma ação “real” pelo Estado para prender esses assassinos dos irmãos sangue Azul.

Jesuíno Boabaid- Presidente da Assfapom

COLETIVA- Governador, Secretário de Segurança Pública e Subcomandante da PM explica sobre as ações que foram tomadas…

Publicado por Assfapom Associação dos Praças e Familiares da PM e BM RO en Domingo, 4 de octubre de 2020

Fonte: ASSFAPOM